Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Experimentalista

Um blog onde exponho publicamente as pipas de massa que já gastei, dividindo-as em "bem empregues" e "desgostos"

07
Set16

"Ele mexeu-te com o clítoris do cérebro"

Sarah

Em conversa com uma amiga, ela desabafava em ânsias e suspiros sobre a sua mais recente paixoneta. Dizia-me que ele era um bandido, um vagabundo, de uma raça ignóbil, um safadão. Que lhe disse de caras, quando se conheceram, que a prioridade dele era (cito) "comer gajas! mas comer umas atrás das outras! um rodízio de pipi!". E ela, como qualquer mulher do contra, entrou automaticamente em modo "ai é!? ai é!? então já vais ver!"

Ao fim de dois dias já falavam de manhã à noite, já havia debates acérrimos, os gostos afinal eram os mesmos e, enquanto me contava a história, ela sai-se com esta:

Ele lê Sarah! Ele lê!

 

Para muitas pessoas isto poderá soar redutor, contudo, o binómio lê e é giro/tesudo é uma equação cada vez mais difícil de compor. Perante todas as alegações dela e a clara exposição do caso, restou-me apenas fazer o diagnóstico:

 

Ela está com uma clitorite cerebral

 

Explicando:

 

Há 3 tipos de homens com quem uma mulher se pode envolver

Os que mexem com o clítoris do nosso sítio especial: estes são aqueles que podem ser uns tesudões, machões, garanhões ou até mesmo parvalhões mas que só de olhar para eles , suamos frio. A vontade de dar uma dentada na maçã pecadora é muito grande mas sabemos à partida que de carnal não passará e, se a dentada se der, muito provavelmente nos sentiremos umas parvalhona no após.

Os que mexem com o clítoris da cabeça: sim senhoras e senhores, as mulheres têm um clítoris na cabeça. O único problema é que em algumas, o dito cujo reage ao mau trato, à cabronice, ao mind fucking. Noutras, ele reage à conversa inteligente, ao sarcasmo, ao sentido de humor, ao intelecto puro e duro. O tipo até pode ser fisicamente desinteressante que nós, embebidas numa aura cultural, só pensamos como será fazer amor contra uma estante com toda a colecção de Wilde. 

Os que mexem com os dois: estes sim, acabam com uma rapariga. Não só as perninhas vacilam ao toque como de cada vez que ele diz "do ponto de vista estrutural, é um livro maravilhosamente complexo" temos um orgasminho neural, e ficamos rosadinhas. 

 

Agora, o cerne da questão:

Uma mulher inteligente e sensata (coisa que a minha amiga não é) afastar-se-ia pois saberia de antemão que o tipo ia patinar na curva mas quem se espetava era ela. 

E o que é que a minha amiga faz? Espera 13h por uma resposta à mensagem dela.......

 

 

 Sarah

4 comentários

Comentódromo