Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Experimentalista

Um blog onde exponho publicamente as pipas de massa que já gastei, dividindo-as em "bem empregues" e "desgostos"

16
Fev17

Experimentalista Fez: Maigret de Pato com salada de pinhões

Sarah

Eu e o Querido, como já por aqui disse algumas vezes, engordámos bastante desde que nos conhecemos. Muito por causa deste amor mútuo à comida e à boa vida a ela associada mas isto deixou de ser uma coisa gira, visto que já nos sentimos mal na nossa pele. Por isso, não só decidimos começar a treinar a sério como fazer o mais importante: fechar a boca! O objectivo é, basicamente, vir a ser um daqueles casais que as pessoas comentam que são demasiado giros para andarem um com o outro, coisa que queremos ser até Maio. Portanto, andamos a cortar nos hidratos à noite e a substitui-los por salada ou legumes cozidos.

Esta receita pedia um arroz de pinhões mas nós ficámos-nos pela salada com pinhões.

 

Receita:

2 peitos de pato com cerca de 200g cada

sumo de duas laranjas e raspa de 1

uma pitada de tomilho

sal e pimenta qb

azeite (2 colheres de sopa)

vinagre balsâmico (1 colher de sopa mal cheia)

um montinho de pinhões (que andam pela hora da morte)

1 maçã com casca cortada em fatias finas

1 colher de mel bem cheia

 

Preparar os peitos de pato: fazer pequenos cortes superficiais na pele, formando losângulos. Temperar com tomilho, sal e pimenta e levar a uma frigideira anti-aderente bem quente. A pele do pato é muito gorda por isso não precisa de qualquer gordura para fritar. Quando estiver bem alourado, virar a parte da carne para a frigideira e deixar passar não mais de 5 minutos. O maigret é comido quase cru mas como não apreciamos a carne assim, quando estiver dourado dos dois lado, vai ao forno durante 10 minutos, a uma temperatura de 220º. O objectivo é que os sucos do pato cozam o interior. 

Sem lavar a frigideira, juntar o sumo e a raspa da laranja e a colher de mel. Deixar ferver até ficar um molho espesso.

Para a salada utilizei a Lolo e Tango do Continente. Adoro o sabor e a textura e é do mais fácil de utilizar. Colocar a dose que escolherem para vocês, juntar os pinhões e fatias uma maçã (Fuji ou Verde) e temperar com uma pitada de sal, azeite e o vinagre balsâmico. Adoro o sabor do vinagre na maçã. 

Retirem o pato do forno, cortem em fatias finas e sirvam com gomos de laranja. As minhas não ficaram tão finas porque a minha faca era uma treta e estava a amassar o pato mas de resto, a carne até se desfazia!

É uma delícia!

IMG_20170211_215701.jpg

IMG_20170211_215821.jpg