Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Experimentalista

Um blog onde exponho publicamente as pipas de massa que já gastei, dividindo-as em "bem empregues" e "desgostos"

27
Jan17

Que Abraço tão bom, Miguel Gameiro!

Sarah

Ontem, eu e o Querido, fomos à inauguração do restaurante do Miguel Gameiro (o mítico vocalista dos Pólo Norte), na Quinta da Beloura. Chama-me Abraço e é esta a sensação que o espaço e a comida transmitem: um abraço por dentro.

Aos anos que sei que o Miguel cozinha e muito bem. Ele tem a política do sabor, da textura e, acima de tudo, de que o cliente merece comer bem. Além disso, o Querido já tinha ido ao restaurante, em negócios, e veio de lá a dizer que comeu o melhor bacalhau com natas da vida dele! Sim, um restaurante moderno e In a servir bacalhau com natas, claro que temos que lá ir.

Para esta inauguração não esperei uma barrigada de fome (como em algumas a que já fui) mas também nunca esperei comer tanto e tão bem. Mas antes, o espaço:

-As linhas são modernas e as cores reinantes são o preto, branco e dourado. Tudo para dar certo não é? E deu. Se o branco das paredes e das mesas dá ao espaço a sensação de ser maior, as treliças em preto e os detalhes em dourado tornam-no sofisticado e acolhedor. À entrada, somos recebidos por um A gigante que se abraça a si mesmo e que dá o mote ao restaurante. Na recepção, uma vitrine mostra carnes de Rubia Galega em maturação com pedras de sal rosa. A cura é demorada mas o sabor é divinal. Estas carnes fazem parte da parceria Paulo P. Cortez e Miguel Gameiro. Por fim, os instrumentos colocados no fundo da sala indicam que vai haver concerto.

 

A comida:

-Tudo estava MA-RA-VI-LHO-SO! As entradas em variadas: canapés de tomates cherry com bolinhas de mozarella e pesto verde, espetadinhas de morcela com maçã verde, maracujás recheados com polvo(?) e molho da fruta, salada de canónigos com nozes, presunto e espuma de queijo e limão e, o mais alternativo: lollipops de foi gras com manteiga fresca e amendoim, envoltos em algodão doce! Tudo delicioso!

 

-De seguida, entram os mini bifinhos, cozinhados no ponto, tenros, carne que se desfazia, misturada com vários molhos: ao alhinho, com molho de camembert, com cogumelos. E os mini hamburguers?? E o preguinhos em pão caseiro, de passas e papoila?

 

-Mas a jóia da coroa foi sem dúvida o leitão. Eu nunca comi leitão assim. A pele desfazia-se na boca, a carne era tão doce e o molho estava no ponto! Um leitão perfeito, como nem na Bairrada se come!

-Os vinhos iam ao Alentejo ao dão, do branco ao tinto, mas eu gostei muito mais do Alentejo, tinha mais corpo, era mais frutado, era um vinho a sério! E estou a falar do tinto, o branco não provei. O que provei também foi um gym "açoriano" fora de série, feito com tangerina desidratada e pimenta da terra, tipicamente açoriana! Peço desculpa por não haver fotos nem nomes, sou uma rookie nestas andanças de ser casal mistério!

Como referi atrás, o restaurante resulta de uma parceria entre o Miguel e o Paulo, sendo que o Paulo tem um talho com churrasqueira que, só no natal, assou 100 leitões. Ele apostou nestas carnes, que diz que desde que descobriu numa viagem ao norte galego de Espanha, nunca mais as deixou de lado. E que bela aposta!

Agora as fofocas: estavam lá uns famosos, uns trombudos (como o Represas), outros agradáveis e cordiais (como o José Figueiras) e as clássicas "aparições", as dondocas que ninguém sabe bem quem são, mas que estão em todas! 

Em suma, foi uma noite muito bonita e muito feliz, com o Miguel a tocar algumas músicas com a sua banda e, por fim, a fazer pastéis de nata live, com o creme a ser batido com gelo seco. 

Deixo-vos o link com as informações do restaurante e algumas fotos que circulam nas redes sociais.

Desejo todo o sucesso ao Miguel e à equipa, é mais do que merecido! Foi um gentleman todo o evento, sempre preocupado com os convidados e a fazer por garantir que todos estivessem a ter uma boa noite.

Um Abraço.

O Abraço no TripAdvisor.

 

p.s- já temos sítio para o Dia de S. Valentim ;)

Sarah

2 comentários

Comentódromo