Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Experimentalista

Um guia, uma ideia, uma sugestão, ou apenas um sítio onde vir dar um passeio

Experimentalista

Um guia, uma ideia, uma sugestão, ou apenas um sítio onde vir dar um passeio

Seg | 11.04.16

Café Saudade, ou como ir lanchar à casinha da avó

Sarah

Domingo, sol a ameaçar que vai e a ameaçar que fica, eu e o Namorado sem sabermos muito bem o que fazer à vida e uma única premissa: não ficar em casa. Rumámos a Sintra.

Adoro Sintra! Adoro que se mantenha uma vilazinha perdida no fim do caos do IC19 e dos engarrafamentos constantes. Apesar de estar muito "comercializada" e já longe do tempo dos príncipes e das princesas continua a ser-me um sítio muito querido, onde já fui e quero continuar a ser muito feliz. Como já lá não ia há muito tempo sugeri ao Namorado que lá fôssemos comer travesseiros até ficarmos maldispostos (eu já disse aqui algures que estou de dieta? não pois não?)

 

Primeira constatação:

Do IC19 via-se o Palácio da Pena. Alvíssaras irmãos e irmãs que isto é sinal de que está sol na vila.

 

Segunda constatação:

Já na vila, descobrimos que ao Domingo se paga parquímetro. Não basta a EMEL ser o meu ódio de estimação em Lisboa, ainda tenho que levar com a prima da aldeia. Valeu-nos o facto de 1€ pago às 17h00 dar até às 19h00. 

 

Terceira constatação:

Estava frio como o raio! Mas a parte boa é que o povo se deve ter enfiado todo no shopping e por isso Sintra estava bastante tranquila e cheia de lugares de estacionamento.

 

Já na vila, íamos em passeio, quais flausinas de mão dada e óculos de sol, quando numa ruazinha vemos uma fachada pintada de amarelo, mas já antiga, bonita, castiça, que dizia Café Saudade. À porta, um letreiro de lousa anunciava scones. O homem anda com desejo de scones desde Setembro do ano passado, qual grávida ansiosa, e lá entrámos para ver se nos agradava. E agradou, muito!

 

Toda a decoração nos remete imediatamente para a casa da avô. Sabem, a mobília antiga, os quadros de flores, as loiças mais velhas do que eu e ele juntos? Todo um ambiente delicioso realçado pelo cheiro a bolos quentes. Depois do cheiro a bebé, este é para mim o segundo melhor cheiro do mundo. 

Entre 1888 e 1974 o café foi a casa das "Queijadas da Mathilde", uma fábrica onde Mathilde Soares Ribeiro deu queijadas ao Rei Ferdinando II (sim, "O" Ferdinando II, do Palácio da Pena). Ou seja, dentro do sítio onde eu lanchei ontem já esteve um rei. Sou tão bemzoca! O edifício começou a ser restaurado em 2008 e em 2009 abriu portas e é hoje um dos mais emblemáticos cafés de Sintra, fazendo parelha com o Chalet Saudade a meia dúzia de metros.

 

Quanto a nós, eu estava mortinha para comer um travesseiro mas o Namorado (a grávida) queria scones e assim foi. Pedimos o chá Verão (frutos vermelhos e cenas), eu pedi um travesseiro (que estava longe de ser o melhor que já comi) e o Namorado pediu um scone. Aviso ao leitor: ali os scones são do tamanho da cabeça de um recem-nascido! E vinha quente.......estaladiço por fora e macio por dentro....assim uma daquelas coisas pecadoras que uma pessoa não pode comer! Escolhemos manteiga e doce de morango (sim, escolhermos,claro que também comi!!) e neste departamento o café não perdia se tivesse mais escolha de sabores de compotas. 

Na mesa ao lado, outro casal comia cada um sua fatia de bolo escandalosamente grande: ele, de chocolate, ela, a tarte de chocolate branco. Também lhes deitei o olho e vi que a meio das fatias o casal já se sentia derrotado. Meninos!

 

Pontos positivos:

Um café muito bonito, com uma decoração aconchegante e cheia de detalhes

Os scones são óptimos

Muita luz natural e, apesar de cheio, rapidamente tivemos mesa

 

Pontos Negativos:

Música de fundo tipo batuque de discoteca. Totalmente fora de conceito

Pouca variedade de doces para os scones

O travesseiro já tinha umas horas de feito, o que lhe tirou a graça ficando um bolo como qualquer outro

 

Pagámos 7€ e qualquer coisa e saímos dali como todos os casais se devem sentir: felizes por dentro e por fora.

Vejam aqui as reviews do espaço por mais visitantes.

 

p.s- não há fotos porque não deu tempo....

 

Sarah

 

4 comentários

Comentar post