Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Experimentalista

Um guia, uma ideia, uma sugestão, ou apenas um sítio onde vir dar um passeio

Experimentalista

Um guia, uma ideia, uma sugestão, ou apenas um sítio onde vir dar um passeio

Qui | 17.03.16

Na Cara - Dermablend Vichy e SuperStay Better Skin Maybelline

Sarah

Se há coisa em que eu já gastei quantias monetárias que me teriam dado para ir de férias uma semana para Alvor, são as bases/foundation ou como alguém já lhes chamou, "betume facial". Não posso dizer que tenha má pele ou uma compleição tramada mas tenho algumas manchas e acordo sempre com aquele ar amarelado de quem dorme com a cara debaixo dos cobertores e isso fez que com a tenra idade de 15 anos me tenha começado a maquilhar diariamente. 

 

E senhores....eu já fui a todas as marcas. Já corri todas as que estão à venda nos supermercados (Maybelline, Bourjois, Rimmel, etc) e também já fui às marcas "de marca" que se vendem nas lojas de cosméticos ou mesmo em farmácias. Já tive os mais variados resultados desde (pela falta de experiência) ter comprado um tom que não era o meu e acabar com cara de uma cor e o pescoço de outra; a comprar bases só porque estavam em promoção e "ah e tal deixa lá ver" e acabar arrependida do dinheiro gasto, ainda que pouco.

Coisas que aprendi:

-Se uma base está ridiculamente em promoção, é porque a loja NÃO A CONSEGUE VENDER então opta por a "oferecer" às clientes; 

-Isto do tom universal que se adapta à compleição de cada uma é uma treta! Ok pode funcionar se tivermos uma daquelas peles de nenem que nem precisam de base mas, na comum mortal, uma boa base no tom CERTO salva as honras do convento. 

-Há bases para peles secas, oliosas, mistas e sensíveis. Conhecam-se e só depois escolham;

Voltando aos produtos, a última vez que fiquei verdadeiramente impressionada com uma base foi com a Dermablend da Vichy. A começar no preço (+- 25€) e sabendo eu a fama desta base, senti-me tentada a experimentar. Depois porque a comprei no verão, no pico do calor e quem se maquilha diariamente sabe que base e calor é sinónimo de "formigas a correr desenfreadas pela cara" e esta base não me desiludiu em nada! Super confortável, deixa a pele respirar e dura que se farta. Realço o facto desta base ser utilizada para maquilhar pessoas com problemas de pele (espreitem aqui) por isso a cobertura é máxima e aumenta camada a camada. E, por fim, é uma base que rende imenso, exactamente por ser de cobertura elevada, ou seja, colocamos conforme a necessidade da pele. É cremosa e espalha com muita facilidade. Encontram-na em qualquer farmácia ou loja tipo Well´s Para mim um produto 5*.

 

Agora a versão Maybelline. Sempre fui uma grande fá da marca, quer pela imensa gama de produtos quer pelo preços muito amigos de uma adolescente (na altura...) mas já há muito que não comprava nada da marca e, não fosse a minha frustração com outra das marcas que uso (Kiko) e não teria procurado a SuperStay Better Skin. 

Já tinha lido algumas coisas sobre ela, visto imagens na net (lembrem-se, boas compras = pesquisa!) e decidi arriscar. O preço ronda os 15/17€ e é a versão 2.0 da antiga SuperStay, vindo agora enriquecida com Vitamina C. Fui na fé e na confiança e comprei e não podia ter tido melhor surpresa.

Uma das vantagens apregoadas no pequeno frasco de vidro é que podemos esperar uma pele melhor, com os poros menos visíveis e com menos diferenças de tons em apenas 3 semana. Já a uso há cerca de um mês e sim, É VERDADE. Melhorou muito a aparência dos poros e a pele está mais bonita. Mais, promete cobertura durante 16h. É VERDADE! Chego a treinar maquilhada, a tomar banho maquilhada e no fim ainda preciso de me desmaquilhar. E claro, o conforto: super confortável, a pele respira e não derrete cara abaixo. E têm vários tons, inclusivamente peles muito morenas/negras e tem também alguma cobertura UV. Não podia estar mais satisfeita com a compra e só espero que a Maybelline não me desapareça com ela! Produto 5*.

Se quiserem mais uma dica:

Aplico a base com o pincel Face 107 da Kiko  que custa 15,90€. Uso-o por serem bases líquidas/cremosas e este pincel ajuda a deixar a tez uniforme e sem "riscos", coisa que os pincéis lisos não conseguem evitar.  E coloquem sempre a base nas costas da mão: aquece um pouco e fica mais fácil de espalhar.

 

Mais uma vez, eu não ganho nada com isto. Mas sinto que se eu procuro as reviews das outras pessoas para fazer uma compra consciente acabo por ter a obrigação/gosto em publicar o que eu acho em relação às minhas experiências. Já sabem, provem e experimentem e se quiserem partilhem comigo o que acham ;) 

 

Sarah